Veja preços de medicamentos e compre online! Pagina Inicial Quem somos Notícias e novidades Doenças e tratamentos Entenda sobre Fale conosco
GRANDES DOSES DE VITAMINA B PODEM ATRASAR OU DETER O ALZHEIMER, DIZ ESTUDO

Dose maciças de vitamina B podem atrasar e inclusive deter o Alzheimer em pessoas idosas, segundo estudo publicado na revista científica online "Public Library of Science One".

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, com colaboração de cientistas noruegueses, descobriu que caso sejam tomadas grandes doses de vitaminas B diariamente, a redução do tamanho do cérebro que acontece com a idade é atrasada.

Em teste que durou dois anos e contou com a participação de 168 idosos, foi constatada uma redução de até 50% no ritmo de atrofia do cérebro, e uma média de 30%.

Aproximadamente 14 milhões de europeus e cinco milhões de americanos têm problemas de memória e outras funções mentais, conhecidas como Deterioração Cognitiva Ligeira, que podem evoluir para Alzheimer.

Entretanto, os pesquisadores mostram prudência, e dizem que é prematuro recomendar a ingestão desse tipo de suplementos vitamínicos aos anciãos antes de realizar novos estudos e pesar riscos e benefícios.

Nos testes médicos efetuados, foram utilizadas doses 300 vezes superiores à ingestão recomendada da vitamina B12 e quatro vezes os níveis recomendados de ácido fólico.

Isso significa que a vitamina foi usada como um fármaco, e não como um suplemento vitamínico, o que requer testes para saber se há riscos associados.

A vitamina B é encontrada de forma natural na carne e cereais integrais, e contribui para crescimento e divisão das células, além de fortalecer o sistema imunológico e manter pele e a estrutura óssea saudáveis.

Os pesquisadores administraram doses diárias da vitaminas B12, B6 e B9 (ácido fólico) a um grupo de 84 pessoas enquanto outro grupo recebeu um placebo.

Depois de dois anos, os dados apontados demonstraram que os cérebros dos tinham tomado as vitaminas tinham reduzido menos - apenas 0,76% ao ano - que os do placebo (1,08% por ano), o que representa uma diferença de 31%.

No caso dos idosos que melhor responderam ao tratamento, o ritmo de redução do cérebro diminuiu 53%.


Os pesquisadores acreditam que as vitaminas B diminuíram a atrofia cerebral, reduzindo os níveis de um aminoácido presente no sangue, conhecido por homocisteína.

As pessoas que tinham os níveis mais altos de homocisteína no sangue foram as que mais se beneficiaram.

Segundo o professor David Smith, do Departamento de Farmacologia da Universidade de Oxford, um dos responsáveis pela pesquisa, "os resultados são espetaculares".

"Esperamos que este tratamento simples e seguro atrase o desenvolvimento da doença de Alzheimer em pessoas que sofrem ligeiros problemas de memória", disse Smith.

Para este cientista, a questão fundamental é saber se a Deterioração Cognitiva Ligeira é só o começo da doença de Alzheimer, ou seja, se é um processo contínuo e progressivo, como ele mesmo suspeita.


Fonte: EFE  09/09/2010



10 perguntas e respostas sobre pílulas anticoncepcionais    
4BIO - Medicamentos Especiais    
Alimentação para evitar o Câncer de Próstata    
As maravilhas do mel    
Asma: esclareça dúvidas sobre medicamentos que tratam a doença    
BG Brasil Gate - rare medicines    
Clonagem, clone, engenharia genética humana    
Como tratar manchas na pele    
Como vencer o medo de ficar doente    
Dermacosmeticos e Perfumes Importados    
Dermo Manipulações    
Diabetes. Preciso tomar remédios?    
Dicionário Médico    
Disposição versus cansaço    
Duvidas das farmacias e drogarias sobre o Farmacia Popular    
Duvidas frequentes dos pacientes, farmácias e drogarias    
Estatinas contra o Colesterol    
Farinha de Maracujá Para que Seve e Seus Benefícios    
Gastrite ou úlcera    
GRANDES DOSES DE VITAMINA B PODEM ATRASAR OU DETER O ALZHEIMER, DIZ ESTUDO    
Homeopatia X Alopatia    
Hormônio do Crescimento ou GH (Growth Hormone)    
Intendis do Brasil - Farmacêutica dedicada a Dermatologia    
Lancôme é a marca mais desejada entre consumidores de cosméticos de luxo no Brasil    
Link remedios    
Lista de fraldas geriatricas do programa Farmacia Popular    
Lista de medicamentos do programa AQUI TEM FARMÁCIA POPULAR    
Lista oficial de medicamentos do Farmácia popular: Patologia, principio ativo e codigo de barras    
Lista oficial de medicamentos gratuitos contra diabetes e hipertensao pelo Farmacia Popular    
Medicamento de referência    
Medicamentos genéricos    
Medicamentos gratuitos contra hipertensão e diabetes em todo Brasil    
Medicamentos similares    
Mitos e verdades sobre dieta vegetariana ou vegana    
Mitos e verdades sobre queda de cabelos    
Modulação Hormonal Esportiva    
Musculação    
Nutrição: Maçã vermelha por dentro, redlove    
O dano dos anabolizantes    
O óleo de Cártamo auxiliando no controle da obesidade    
O poder da linhaça    
O poder do AMARANTO    
Onde encontrar Farmácia Popular?    
Os 20 alimentos para evitar o envelhecimento    
OS RISCOS DA FALTA DE VITAMINA D    
Os termos mais pesquisados no Brasil em 2014 segundo Google    
OXI: Droga mais perigosa que o crack    
Para uma vida mais saudável    
Pesquisas mostram que gordura saturada não faz mal à saúde    
Pilula do dia seguinte    
Principais laboratorios    
Problemas de ereção    
Saude e Sexualidade: Pompoarismo    
Sexo oral dá sensação de poder a mulher    
Sono, alimentação, água e exercício: a influência dos hábitos de vida na pele    
Suco de maracujá com cenoura    
Terapia de Equilíbrio com Hormônio Bioidêntico    
Terçol, espinhas nas pálpebras    
Todas dicas para identificar remédios falsos    
Tudo sobre Força Muscular e Saude do corpo    
Tudo sobre prisão de ventre    
Viagra x Cialis x Levitra - Comparativo medic. para impotencia    
Vida saudavel com suco verde    

Desenvolvimento: qualitÉ! Tecnologia
Bulas, Princípio ativo, Indicações Terapêuticas, Fotos, Notícias, Doenças e Tratamentos, Espaço Acadêmico.
Pesquise Medicamentos - ® 2009. Todos os direitos reservados.   Administração  Webmail
PÁGINA PRINCIPAL | QUEM SOMOS | NOTÍCIAS | DOENÇAS E TRATAMENTOS | ENTENDA SOBRE | CONTATO
contato@pesquisemedicamentos.com.br